Reflexões

Escrever para algumas pessoas é um tipo de tortura, para outras, apenas uma obrigação, e para mim, um prazer.

Claro, entre um bom escritor e eu, existe um abismo. E também nem é este, o foco. Escrevo porque gosto de colocar no papel (ou na tela!) minhas impressões a repeito de algo, ou simplesmente, desenhar em letras aquilo que vejo ou sinto.

Gosto de falar sobre muitas coisas e principalmente pensar nelas. E por isso, constantemente rabisco alguns ensaios de letras organizadas para dar sentido às minhas ideias, numa tentativa de compartilhar meus achismos ou minhas convicções.

Quero aproveitar este espaço para escrever coisas sobre temas do nosso cotidiano, temas atuais e qualquer coisa que me venha à cabeça.